sábado, 20 de setembro de 2008

Ask the next question

Entrevistador: Você pode explicar o significado da sua marca registrada pessoal, que é uma letra Q com uma seta apontando para a direita?

Theodore Sturgeon: Ela significa "Faça a próxima questão" [em inglês, "Ask the next question"], e a seguinte, e a seguinte. É o símbolo de tudo que a humanidade criou e é a razão pela qual as coisas são criadas. O sujeito está sentado na caverna e diz "Por que um homem não pode voar?". Bem, essa é a questão. A resposta pode não ajudá-lo, mas agora a questão foi formulada. Qual é a próxima questão? Como? E assim, através das gerações, as pessoas têm tentado encontrar a resposta para aquela questão. Nós encontramos a resposta e nós voamos. Isso é verdade para qualquer realização humana, seja na tecnologia ou na literatura, na poesia, nos sistemas políticas ou em qualquer outro assunto. É isso. Faça a próxima questão. E a outra depois dela.

Theodore Sturgeon (1918-1985) foi um escritor norte-americano de ficção científica. Ficou muito conhecido pela chamada "Lei de Sturgeon": “Noventa por cento de toda a ficção científica escrita é lixo; mas, se pararmos para analisar, noventa por cento de TUDO o que se escreve é lixo”. Em um artigo publicado na Cavalier Magazine, em 1967 (leia a página 1 aqui e a página 2 aqui), ele escreveu: "Todo avanço que essa espécie já alcançou é o resultado de alguém, em algum lugar, olhar o mundo, sua vizinhança, seu vizinho, sua caverna ou a si mesmo e fazer a próxima questão. Todo erro mortal que essa espécie cometeu, todo pecado contra si e seu destino, é o resultado de não se fazer a próxima questão ou de não se ouvir aqueles que a fizeram".

3 comentários:

Osame Kinouchi disse...

Eu acho que Stanislaw Lem diria que 99,9% da FC é lixo. Exceções: Lem, K.Dick e Ursula Le Guin.

Charles Morphy disse...

Eu acrescentaria outros: alguma coisa do Asimov, alguma coisa do Clarke e William Gibson.

Charles Morphy disse...

E Kurt Vonnegut (mas não em um sentido estrito de FC, claro)...