quinta-feira, 8 de abril de 2010

Como criar um universo


"A ferramenta básica para se manipular a realidade é a manipulação das palavras. Se você puder controlar o significado das palavras, você poderá controlar as pessoas que precisam delas"

de Philip K. Dick em How To Build A Universe That Doesn't Fall Apart Two Days Later (1978)

Philip Kindred Dick (16 de Dezembro de 1928, 2 de Março de 1982) foi um escritor norte-americano, autor de obras como Do Androids Dream of Electric Sheep (1966), que deu origem ao filme Blade Runner (1982), e O Homem do Castelo Alto (1962), que conta uma história alternativa pós-Segunda Guerra Mundial, em um mundo dominado pelo nazismo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Caro Morphy,

..não esqueça de acrescentar a receita:


Uma pitada de amor.


É isto que falta ao mundo para deixar de amargurá-lo as atrocidades vividas dos últimos tempos e também dos atuais, pq se a realidade é uma questão que depende do ponto de vista devemos olhar por onde andamos para não estragar o bolo do próximo da frente.


ps: O filme vai passar no CineMundo? Talvez seja preciso pois no mundo em que vivemos repleto de dúbias interpretações estamos precisando mesmo ter um significado melhor desta tal realidade.



Até mais, professor.

Dedalus disse...

Caro Charles,

Houve um tempo em que as palavras eram mais importantes. Hoje, manipulação em larga escala é feita com imagens...

Um abraço!

Charles Morphy disse...

Caro Dedalus,
Você tem razão. Hoje vivemos no império do efêmero, como diz Giles Lipovetski, na supremacia da imagem sobre a palavra... Por que ler o livro se o filme baseado nele vai sair ano que vem? Quem detém o controle da imagem constrói o universo da forma que quiser...
Abraço